Conheça Também Portal de Itupeva Tel: (11) 99939-2431

/// JUNDIAÍ - Saiba mais sobre a origem dos perfumes


///Imóveis em Jundiaí


Casas, Terrenos, Chácaras, Apartamentos em Jundiaí e Região.


Imóveis no Reserva da Serra

Casa à venda em Jundiaí - Condomínio Reserva da Serra - Creci J22521 - Tel. (11) 99939-2431

+ Apartamento Aluguel

Apartamento para Alugar em Jundiaí - Creci J22521 - Tel. (11) 99939-2431

Apartamentos em Jundiaí - Itupeva

Confira os Apartamentos à venda em Jundiaí - Itupeva - Creci J22521 - Tel. (11) 99939-2431

  • Saiba mais sobre a origem dos perfumes

Conheça Jundiaí - SP

Jundiaí está entre as 10 melhores cidades para se viver no Estado de SP. Situada aos pés da Serra do Japi,possuindo um clima agradável, podendo se dispor do privilégio de viver com a natureza tão próxima. Jundiaí tem como um de seus pontos fortes sua localização, está apenas 63 quilômetros da Capital -São Paulo, é um dos maiores pólos industriais de logística e distribuição do Estado. Quer morar com Qualidade de Vida? Então conheça Jundiaí! Maiores Informações (11) 4525-0267.





Colunistas em Jundiaí

Por: Origem das Coisas

A palavra perfume deriva do latim "per fumum", que significa "através da fumaça". Na antiguidade, a fumaça que era formada quando folhas e flores caíam na gordura enquanto as carnes eram assadas, fez com que os seres humanos percebessem que seu aroma não só era intenso, como também trazia bem-estar. Da prática das fogueiras e da queima de plantas perfumadas surgiu o incenso como uma necessidade não só do ponto de vista curativo, mas também nos rituais religiosos, de todas as culturas.Os antigos egípcios acreditavam que toda alma possuía uma fragrância. Cleopátra a usava para atrair seus parceiros amorosos, por meio dos famosos banhos de rosas preparados no intuito de seduzir.

O registo dos mais antigos frascos de perfume revelou que os perfumes já existiam no ano 5000 a.C..

Todos sabemos que os povos antigos usavam o fumo da combustão de madeiras, ervas e especiarias para, como era costume dessa época, executarem rituais de contacto com os deuses e também como forma de espantar espíritos malignos.

Nas cerimónias religiosas era também normal fazer-se a queima de plantas raras pois acreditava-se que o fumo ascendia aos céus e chamava a atenção aos deuses. Usava-se desde o sândalo, a mirra, o incenso e a canela, até ao cálamo e ao cedro do Líbano.

Estes hábitos seculares explicam a origem da palavra perfume, que deriva do latim “Per Fumum” que significa “através do fumo”.

O primeiro povo a ter uma utilização regular dos perfumes foi o povo Egípcio. No Egipto os perfumes eram fabricados pelos sacerdotes dos templos, de forma artesanal, que os utilizavam nos seus rituais diários.

Sabe-se que a rainha Cleopatra tinha o hábito de perfumar os pés com um líquido preparado com extractos de amêndoa, canela, flores de laranjeira e mel e costumava untar as mãos com um óleo feito de rosas e violetas.

Até as múmias egípcias eram ungidas com várias misturas de ervas aromáticas, durante o seu embalsamamento.

Na Grécia foi criada uma técnica própria de perfumaria, pois os gregos ao mergulharem flores e ervas em óleo e em vinho, descobriram, talvez sem querer, a arte de macerar para extrair os aromas.

A civilização Romana era grande apreciadora de aromas perfumados, usando diversas essências nas mais diversas situações. Aliás, os romanos pertencentes à nobreza possuíam escravos para os massajarem e untarem com essas essências.

E nem a tradição cristã escapou ao “poder” do perfume, pois uma das oferendas que os Reis Magos trouxeram para oferecer a Jesus foi o incenso.

Quanto à Europa, foi durante a época renascentista que as fragrâncias, os bálsamos e as loções passaram a ser produtos indispensáveis para as pessoas mais ricas.

Curiosamente, foi só no final do século XVIII que o perfume começou a ser associado à sedução e foi no século seguinte que o perfume passou a passear-se lado a lado com a moda, numa relação tão íntima que se mantém até aos dias de hoje.

 


///Destaques em Jundiaí


Os melhores comércios e profissionais em Jundiaí e Região.


Imobiliaria em Jundiai - Salles - SP
Imobiliaria em Jundiai - Salles - SP Encontre seu Imovel
Salles Imóveis e Empreendimentos

Casas, Terrenos e Apartamentos nos Bairros Eloy Chaves, Medeiros, Ermida, Retiro e Malota.

Psicologa em Jundiai - SP
Psicologa em Jundiai - SP Visit link
Psicóloga e Terapeuta Holística

Psicoterapia e Terapias Complementares como: Acupuntura, Ventosa, Cromoterapia, Comopuntura, Reiki, Florais de Bach.

Copyright 2015 Elis Salles - Jundiai - Itupeva - SP. Salles